domingo, 6 de abril de 2008

Histórico do OIA


O OIA - O Instituto Ambiental - é uma ONG fundada em 1993, sem fins lucrativos, com sede em Petrópolis, RJ - Brasil, que atua na Pesquisa, Aplicação e Difusão de técnicas sustentáveis de purificação de água, reciclagem de nutrientes, produção integrada, geração de energia renovável, com foco no conceito de Biossistemas integrados e educação ambiental

14 comentários:

SIDINEI83 disse...

boa tarde camaradas , este observado os trbalho postados por vcs achei bastante interesssante , meu nome é sidinei faço parte de uma movimento social sou tecnico em agroecologia e realizei curso em energias renovaveis , resido em maringa parana ,em uma escoalagricola pertencente a movimento sociais , aqui realizamos bastantes esperiencias na area de energias renovaveis , e estamos projetando um biodigestor ja esta quasew finalizado sua construçaõ ,e gostaria de saber como odemos realizar alguma formo de parceria para divulgamos estas alternativas sustentaveis , se possivel gostaria de receber respostas de vcs , meu emaisl éjosiney 83@hotmail.com .

Carol Daemon disse...

Olá, gostei muito do biosistema integrado.
Postei no meu blog acerca:
http://caroldaemon.blogspot.com/2009/07/biodigestor-residencial-em-petropolis.html

Mauro Morais disse...

Conheci o Valmir Fachini em Petrópolis e os seus biodigestores e biossistemas integrados. Fabulosos!
Tomei café feito em biogás e conheci também sua casa na serra, onde o mesmo abusa das possibilidades de recursos pelo uso do biodigestor. Loucura!
Ficamos muito interessados e chamamos o Valmir para visita em Delta, onde atualmente sou Procurador Geral (antes eu era Diretor de Meio Ambiente). Estamos tentando ainda uma nova visita técnica para elaboração de projeto para tratamento de esgotos domésticos em substituição às convencionais estações de tratamento de esgoto. Acho que para este ano ainda teremos condições de iniciar a elaboração do projeto e no ano que vem a construção de um biossistema integrado em área previamente sinalizada pela Usina Caeté para doação.
Esperamos realmente que sejamos parceiros da OIA e possamos ser pioneiros na construção alternativa e mais barata de sistemas de tratamento de esgotos domésticos.
Abraços enorme ao Valmir Fachini e brevemente nos encontraremos para apresentação da tecnologia a vereadores, prefeita e representante da Usina Caeté.
Mauro Morais de Oliveira

valmir disse...

Sidnei, Carol, Mauro,
já somos parceiros na causa maior que é cuidar de nossa casa comum: a Terra. Nós seguiremos postando parte de nosso trabalho nos meios eletrônicos que possibilitem a compreenção dos sistemas e incentive as pessoas, tanto da sociedade civil, técnicos, e os que tem responsabilidades públicas a difundirem sistemas que permitam cuidar do ambiente, reciclar nutrientes para recuperção de solos degradados, fazer saneamento e produzir energia. Tudo isto pode ficar sempre mais fácil com boa vontade, sinergia e ação. Temos muitas informações, diariamente são centenas de eventos e precisamos mesmo é colocar a mão na massa e fazer. Isto claro, com o devido acompanhamento técnico.
Neste momento estamos inaugurando o primeiro biossistema integrado aqui no Haiti, num esforço conjunto com o Viva Rio, as lideranças do Bel Air, e muitos trabalhadores locais.
Um grande abraço a todos
Valmir Fachini

miguelito disse...

Caro companheiro Fachini, paabens pelo sucesso em sua luta pelo saneamento, mostrando o caminho simples e eficiente dos Biodigestores que voce e sua equipe desenvolveram, estou numa militancia muito engajada na luta por qualidade ambiental de nossas cidades, outro dia sugeri uma campanha por hum milhao de biodigestores na baixada fluminense, para apoiar a campanha internacional sobre o clima, fiz a provocação e a repercussão foi muito boa, e sugeriram fazer uma oficina com quem meta a mao na massa, como a equipe do OIA, tão logo tenha uma agenda nos comunique para aproveitarmos um momento de aprendizado com voces. sucesso a todos, jose miguel silva da ong ecocidade sediada em Duque de Caxias-RJ.21-27766602 residencia

Mauro Morais disse...

Valeu Miguelito!
Se de cada dez um brasileiro tiver essa sua mesma atitude, certamente que iremos revolucionar o sistema de tratamento de esgoto no Brasil.
Juntos com o Valmir Fachini nós e o Brasi iremos longe.
Abraços,
Mauro Morais
Uberaba-MG

Mauro Morais disse...

Valeu Miguelito!
Se de cada dez um brasileiro tiver essa sua mesma atitude, certamente que iremos revolucionar o sistema de tratamento de esgoto no Brasil.
Juntos com o Valmir Fachini nós e o Brasi iremos longe.
Abraços,
Mauro Morais
Uberaba-MG

aveloz disse...

estou tentando saber como estao o pessoal no haiti...

Rede Coletivos Educadores e Salas Verdes RJ disse...

Parabéns ao Fachini e a todos do OIA pela bela obra que estão construindo.

Tive contato com vs por força de um mestrado em término na UFF e teria um grande prazer em visitá-los.

Cheguei até vs pela amiga Carmen Ruth, Arquiteta,

Acredito que vs fecharam bem o circuito mas teria algumas perguntas como:
1. monitoramento e controle de patógenos
2. destino da "torta seca", ou do produto final do biodisgestor - só adubo?
3. vs usam sanitário seco? acredito que não (biodigestor)MARCO LEÃO GELMAN
CONTATO AGENCIA AQUARIANA (ONG)RJ RJ TEL 21 9973-5908 / 22040133

Rede Coletivos Educadores e Salas Verdes RJ disse...

Por favor enviar coment[arios para e-mail: marcoleaoturismo@gmail.com

s7angel disse...

Bom dia amigos do OIA,eu descobri o trabalho de vocês pela internet.
Também sou petropolitano e estou para construir uma casa no bairro da posse utilizando as tecnicas de superadobe(quarto e cozinha),cob para a sala,e adobe no banheiro.
Resumindo:Terei 2 domes,um na lateral esquerda e outro na direita,respectivamente sendo quarto e cozinha.Ao centro pretendo construir a sala e aos fundos o banheiro,utilizando cob e adobe.Apenas esses dois comodos receberão cobertura de telhas,com calhas pera armazenamento das águas pluviais.
O que eu necessito é de uma avaliação técnica do projeto.
Se estiverem dispostos a ajudar segue abaixo meu e-mail para contato:
s7dals@gmail.com
Parabéns pelo blog e pelo exelente trabalho.
Marcelo.

João Ricardo Louven disse...

Muito bacana o projeto. Estou fascinado e acredito que a população irá se interessar por essa tecnologia, mas acho que ela deve ser mais bem divulgada. Levei muito tempo para descobrir vocês. Boa sorte!

aveloz disse...

olá pessoal, estou gostando dos vossos comentários, tb tenho uma casquinha na vida agricola.Meu hobby é plantas medicinais, depois migrei p/ ervas comestiveis, as amadas ervas daninhas, e agora,as ilvestres comestiveis, tb uma boa noção sobre as palmeiras comestiveis,apesar de nao ter espaço pois uso a laje para desenvolver este simples proj...,agora vou fazer um trabalho com pó de pedras, ok abraço,sem agrecologia a vida fica vazia.

pro disse...

Como gostaria que implantassem sistema semelhante em meu bairro. Moro e trabalho em um bairro rural que ganhou alguns problemas tipico de lugares muito povoado. Ele esta localizado em Ibiúna - SP.